SJB implanta projeto piloto de musicoterapia na rede pública de ensino

A Secretaria de Educação de São João da Barra implantou o projeto piloto “Musicoterapia na Educação Infantil” nesta quinta-feira, 15, na Creche Municipal Marcos Medeiros Valiengo, na Nova São João da Barra. A iniciativa — desenvolvida pela equipe multidisciplinar, em parceria com a coordenação de educação infantil — visa atender mais oito creches até o término do ano letivo. O objetivo é auxiliar o processo de desenvolvimento cognitivo, psicomotor e social dos alunos das creches municipais.

Durante o período haverá acompanhamento e intervenção, quando necessário, no desenvolvimento do aluno, através de suporte ao professor, mediador ou cuidador, com sugestões de atividades e jogos musicais, visando promover as relações, a estimulação cognitiva, psicomotora e social. Serão feitas, também, entre outras atividades, o planejamento de ações de orientação e de esclarecimento junto aos responsáveis do aluno, com a finalidade de fortalecer a relação aluno-família-escola.

A secretária municipal de Educação, Angélica Rodrigues, explicou que a ideia é oferecer suporte e orientação aos profissionais da rede de ensino e aos responsáveis pelos alunos com dificuldades de aprendizagem, utilizando elementos musicais, jogos e atividades sonoro/rítmicas. “Desta forma vamos facilitar o desenvolvimento da comunicação, da interação, das funções cognitivas, para promover benefícios no processo de aprendizagem e contribuir para a qualidade do ensino público”, completou Angélica.

O projeto será desenvolvido através de visitas às unidades escolares pela musicoterapeuta Ana Cristina Mussalem. “Na musicoterapia utilizamos a linguagem musical (sons, ritmos, melodia e harmonia) para favorecer a abertura de canais de comunicação, expressão e interação, fazendo uma escuta diferenciada através do não verbal. E isso vai incentivar a autodisciplina, o aumento da concentração e da autoestima, o desenvolvimento de habilidades sociais e da coordenação motora, o estímulo do raciocínio e da memória, além de potencializar a criatividade e proporcionar lazer e divertimento”, finalizou Ana Cristina.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *