Guarda Civil Municipal realiza curso de Nivelamento Operacional

Qualificação abordou grade curricular que prepara agentes para atuar em qualquer ocorrência no Município

A Secretaria de Segurança Pública de Rio das Ostras, por meio do Grupamento de Operações Especiais-GOE, promoveu para os Guardas Civis Municipais –  GCM o Curso de Nivelamento Operacional. A qualificação é obrigatória para o ingresso no Grupamento de Operações Especiais do Município, e também para qualquer grupamento especializado de guardas municipais do País.

O curso, que teve sua formatura no domingo, dia 10, aconteceu em duas etapas: uma que é o Teste de Aptidão Física- TAF e outra abrangendo todos os processos de aprendizagem da qualificação em Nivelamento Operacional.

Os dois são de caráter eliminatório.  Todo o processo foi realizado no regime de internato (o aluno não pode ir para casa durante este período e só tem contato com o corpo de instrução).

A qualificação tem na grade técnicas de abordagem, técnicas de algemação, manuseio de bastão, cães de proteção, combate corpo a corpo, operações não letais, embarque e desembarque de viatura, retenção de arma de fogo, técnicas operacionais do grupamento de operações especiais, operações em meio líquido e na mata, operações de trânsito, escolta e proteção de autoridades, atendimento pré-hospitalar tático- APH e prevenção e combate a incêndio. Além de palestras sobre a Lei 13.022, Crimes de Tortura, Abuso de Autoridade, Lei Maria da Penha e Legislação Ambiental.

O curso teve 30 inscritos, sendo 11 agentes de Rio das Ostras, seis de Búzios, cinco de Maricá, seis de Rio Bonito e dois de Nova Friburgo. Deste total, sete concluíram a capacitação.

“A GCM-RO segue sua história de protagonismo entre as Guardas Municipais. No mês passado concluímos a formação da Guarda de Cardoso Moreira e agora a gente forma homens das Guardas de Búzios e Maricá em agentes de Operações Especiais. Isso mostra o nosso preparo e nosso compromisso com a Segurança Pública”, destacou o secretário de Segurança Pública, Marcus Rezende.

O GCM Carvalho, instrutor e coordenador do curso, falou sobre os ganhos de ter uma Guarda mais capacitada.

“O ganho imediato à população se reflete nas várias áreas do conhecimento adquirido. Os agentes formados em operações especiais podem atuar em qualquer ocorrência no Município, prestando um serviço com maior qualidade, tendo em vista que além do conhecimento técnico o controle físico e emocional são qualidades exigidas para se chegar ao término do curso. Sendo assim podemos contar com um agente mais preparado para conduzir e resolver uma ocorrência com o mínimo de dano possível”, contou.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.