Fundação de Esportes já trata detalhes da 77ª Prova Ciclística do Padroeiro

Tradicional evento realizado sempre no dia de São Salvador, em 6 de agosto, terá organização da FME com parceiros e este ano com novidade: a 1ª Meia Maratona do Padroeiro, aproveitando a estrutura do ciclismo

A Prova Ciclística de São Salvador continua na pauta da Fundação Municipal de Esportes (FME), que volta efetivamente neste ano a organizar o evento com a chancela da Associação de Ciclismo de Campos e Federação de Ciclismo do Rio de Janeiro (Fecierj), com promoção da InterTv – afiliada Rede Globo. Reunião na última terça-feira (14), na sede da fundação, deu continuidade ao alinhamento de alguns detalhes para a edição da tradicional prova, que acontecerá no dia 6 de agosto, dia do padroeiro.

Além de questões relacionadas à 77ª Prova Ciclística de São Salvador, durante a reunião foram tratados parâmetros para realização da 1ª Meia Maratona do Padroeiro, aproveitando a estrutura do ciclismo. Na meia maratona, que será a novidade da festa, terão percursos de cinco e 10 quilômetros, visando dar oportunidade aos corredores que não optarem pelos 21Km convencionais.

O coordenador técnico dos eventos, Afonso Celso Pacheco, acredita que essa será uma das melhores edições da tradicional prova.

“Para nós, da comunidade ciclística, é uma alegria ter a Prefeitura de Campos de volta, efetivamente, na organização da mais tradicional prova ciclística do Brasil. Temos a oportunidade de fazer um grande evento com muito glamour, dentro das tradições do dia 6 de agosto. Foi mais um encontro que tivemos e continuaremos conversando, para que possamos atingir esse objetivo”, ressaltou.

A organização da prova será da Fundação Municipal de Esportes com a chancela da Fecierj e da Associação de Ciclismo de Campos, com apoio da Rocha Sports – responsável pela inscrição -, com promoção da InterTv.

Para o presidente da FME, Luciano Viana, essa retomada à frente da organização da tradicional prova ciclística é um grande e importante resgate, após a participação tímida, ainda no enfrentamento da Covid-19, em agosto de 2021.

“Quando assumimos, no ano passado, estava muito próximo à realização do evento e, mesmo assim, nos colocamos à disposição da Associação de Ciclismo para o que fosse necessário e não houve uma melhor condição de participação. Como gestores da FME, temos que honrar a tradição e a Prova Ciclística do Santíssimo Salvador é uma referência quanto o tema é esporte. Será uma prova grandiosa, como o público e os participantes merecem”, garantiu Luciano.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.