Quissamã participa do I Fórum Regional Norte Fluminense da Orientação Educacional

A Educação de Quissamã participou nesta terça-feira (17) do I Fórum Regional Norte Fluminense da Orientação Educacional. Promovido pela Secretaria Municipal de Macaé com o tema “Orientação Educacional: entrelaçando Vivências”, o evento foi realizado de forma online e transmitido na plataforma YouTube. O objetivo do fórum é fortalecer a Orientação Educacional da região, apresentando as boas práticas da Orientação Educacional dos municípios que compõem a área, promovendo o intercâmbio entre os profissionais.

O município foi representado pela ex-coordenadora dos profissionais Luciana Gaspar (Professora Orientadora Educacional e Presidente do Conselho Municipal de Educação). Atualmente, a rede municipal de ensino de Quissamã possui 17 professores orientadores educacionais e dentro da estrutura da Secretaria Municipal de Educação integra a Equipe de Suporte Pedagógico. Além de Quissamã e Macaé, também participaram Cabo Frio, Cardoso Moreira, Conceição de Macabu, Rio das Ostras, São Fidélis, São Francisco do Itabapoana e São João da Barra. A profissional destacou a importância dos orientadores para a Educação do município.

“A história da Orientação Educacional no nosso país sempre foi marcada por lutas, mas também pelo fortalecimento das ações e o que fazemos aqui hoje é ecoar essa história. Com certeza, a Orientação Educacional chega pelo fato de caminharmos juntos. Quissamã tem caminhando na mesma direção com o que foi apresentado no evento e mais que isso tem buscado um olhar pra prática da Orientação Educacional. Um olhar pautado na sensibilidade, amor, dedicação e motivação”, ressaltou a orientadora educacional.

Luciana Gaspar destaca que o aluno é foco principal, mas a Orientação Educacional também almeja alcançar a melhoria da qualidade do ensino, do aprendizado, estimular o bom relacionamento entre alunos e profissionais e favorecer a integração escola, família e comunidade. Durante o Fórum, foram apresentadas as boas práticas desenvolvidas na rede, dentre elas a de combate a evasão escolar, como: acompanhamento periódico da frequência escolar, contato telefônico com as famílias, visita domiciliar, encaminhamento para grupo de visitação, encaminhamento para rede de proteção e acionamento do Conselho Tutelar.

“Nossas ações de orientação educacional nos conferem um grau de complexidade e, ao longo do tempo, o que temos percebido, é que não há possibilidade de desenvolver o trabalho da Orientação Educacional sem a busca pelo saber, pelo aprendizado, por aprimorar nossas práticas. E o grupo de Quissamã possui pessoas que estão buscando diferentes saberes para compor a sua prática, aqueles que se formaram em psicopedagogia, neuropsicopedagogia, mestrandos, grupo muito responsável e que entende que a melhoria do seu trabalho demanda também engajamento no conhecimento. Estudar junto e repensar nosso fazer diante das novas demandas que surgem”, concluiu Luciana.

Coordenadora de Orientação Educacional de Macaé, Andréa Carvalho comentou as ações implementadas em Quissamã. “Encantada com as boas práticas, quero todas elas aqui. Podemos adaptar para levar para as nossas escolas. Vocês de Quissamã são essenciais para a Educação de todo o Brasil”, disse.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.