Cabo Frio terá programação especial pelo Dia da Luta Antimanicomial

Iniciativa tem como objetivo reforçar a importância dos cuidados com a Saúde Mental

Garantir direitos, a reabilitação e a inclusão social de pessoas transtorno mental ou sofrimento psíquico intenso. É com esse objetivo que a Prefeitura de Cabo Frio aderiu ao Dia da Luta Antimanicomial, celebrado nesta quarta-feira (18).

A Secretaria Municipal de Saúde promoverá atividades que abordam as questões que envolvem a saúde mental, contando com a participação dos pacientes, familiares e equipes da rede de apoio municipal.

Às 9h, no Centro de Assistência Psicossocial (CAPS) II, haverá exibição do filme “Divertidamente”, com debate sobre o funcionamento psíquico de forma descontraída, fugindo os padrões manicomiais, com objetivo de quebrar estigmas sobre doenças psiquiátricas. Às 14h, no CAPSAD, haverá exibição do filme Bicho de Sete Cabeças e, após o filme, apresentação musical dos usuários da oficina de música da unidade.

No mesmo dia, também haverá roda de conversa para debater o tema na Estratégia Saúde da Família (ESF) de Botafogo, às 14h. Na quinta-feira (19), às 10h, será realizado um Sarau para promover interação, empoderamento dos usuários e exposição de suas habilidades artísticas.

O movimento antimanicomial surgiu em decorrência da reforma psiquiátrica, visando a garantia de direitos, a reabilitação e a inclusão social dos pacientes.

“Debater, falar e trocar ideias sobre a temática são de suma importância, tanto para os profissionais e usuários dos serviços como para a sociedade. Acredito que só iremos vencer o preconceito disseminando e abordando informações com a população. Além disso, é o momento de reforçar e celebrar a continuidade da luta por direitos”, destaca a coordenadora do Programa de Saúde Mental de Cabo Frio, Renata Figueiredo.

SAÚDE MENTAL EM CABO FRIO

Entre os atendimentos oferecidos pela Secretaria de Saúde de Cabo Frio está a Coordenação da Saúde Mental. O setor conta com psicólogos, enfermeiros, psiquiatras, técnico de enfermagem, cuidadores, fonoaudiólogos, clínico geral e assistentes sociais.

O Programa de Saúde Mental é composto pelos Centros de Atenção Psicossocial (CAPS). Cabo Frio possui três unidades: o CAPS Álcool e Drogas (CAPS AD), especializado no cuidado a pessoas com dependência química; o CAPS 2, para pessoas com transtorno mental grave ou persistente; e o CAPSI, para o público infanto-juvenil.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.