Porto do Açu anuncia adesão ao Cubo Itaú

 Primeiro porto a aderir à comunidade de inovação gerará conexão com startups para promoção e aplicação de novas tecnologias no setor

O Porto do Açu aderiu ao Cubo Itaú, o mais relevante hub de fomento ao empreendedorismo tecnológico da América Latina. Primeiro empreendimento portuário a aderir à comunidade, o Açu fomentará o desenvolvimento de novas tecnologias para o setor portuário, além de estimular a cultura de inovação na comunidade no entorno do empreendimento portuário localizado no estado do Rio de Janeiro.

“O Açu é referência de inovação portuária no Brasil, investindo em tecnologias e atuando como plataforma para o setor. A adesão ao Cubo Itaú fortalecerá nossa conexão com startups e agentes de tecnologia para seguirmos consolidando a posição do Açu como um dos principais polos de desenvolvimento do país. Iremos alavancar a integração digital do porto, o que agregará valor às soluções logísticas e portuárias, gerando ainda mais eficiência e competitividade para nossos clientes e parceiros”, explica José Firmo, CEO do Porto do Açu.

Para apoiar o crescimento exponencial do porto com eficiência, transparência, previsibilidade, segurança e proteção ao meio ambiente, o Porto do Açu vai acelerar sua jornada digital e de inovação, em seu desenvolvimento como Smart Port. Para implementar os diversos projetos de inovação mapeados, o porto-indústria desenvolveu seu roadmap de iniciativas com apoio de consultores especializados e com benchmark com os maiores portos globais, como Antuérpia, na Bélgica.

O plano foca na otimização das operações, infraestrutura e captação de novos negócios digitais que permitam a integração de sistemas e colaboração no ecossistema portuário do Açu. Essas soluções inovadoras se juntarão aos frutos da parceria com o Cubo, tornando o Porto um espaço para o desenvolvimento e aplicação de tecnologias para que o Açu siga sua trajetória de inovação no setor.

“Estamos muito felizes com a chegada do Porto do Açu para contribuir com o olhar de especialista de uma área tão importante como é a infraestrutura no Brasil. Essas visões complementares são a base da inovação aberta, premissa que nasceu com o Cubo. E temos certeza de que grandes projetos nascerão em conjunto”, afirma Pedro Prates, co-head do Cubo Itaú.

Fruto de um modelo inovador para o mercado portuário e industrial brasileiro, o Porto do Açu agrega infraestrutura e tecnologias mais eficientes com inovação em questões operacionais, ambientais e sociais. Internacionalmente reconhecido pelas suas práticas ESG de referência, aplica tecnologias em projetos que passam pelo como o manejo de restinga, o monitoramento de águas marinhas e subterrâneas, além da gestão de dados meteoceanográfico. O Açu está na vanguarda da digitalização nas operações marítimas, sendo o primeiro porto no Brasil a estabelecer um Centro de Serviço de Tráfego VTS homologado pela Marinha. Indo além, instalou a solução digital PMIS (Port Management Information System) capaz de prover dados e serviços náuticos em tempo real gerando maior eficiência para os clientes, com monitoramento e gestão em um Centro de Operações e Respostas a Emergências (CORE), em modelo único no setor para atuar de forma integrada e mais ágil na gestão de todos os 130km² de área do complexo.

Sobre o Porto do Açu

Único porto-indústria privado do Brasil e um dos maiores investimentos em infraestrutura no país, o Porto do Açu cresce de maneira notável desde o início de suas operações em 2014 como solução logística eficiente para alavancar a competitividade brasileira.  É administrado pela Porto do Açu Operações, uma parceria entre a Prumo Logística e o Porto de Antuérpia, um porto pioneiro em digitalização e inovação. Possui o terceiro maior terminal de minério de ferro do Brasil, é responsável por 30% das exportações brasileiras de petróleo, ergue o maior parque térmico da América Latina e abriga a maior base de apoio offshore do mundo. Ao todo já são 18 empresas já instaladas. Prevista para os próximos cinco anos, a industrialização do Açu terá como base projetos com menor emissão de carbono e geração de energia limpa para incrementar suas matrizes energéticas sustentáveis.

Sobre o Cubo Itaú

Inaugurado em setembro de 2015 pelo Itaú Unibanco em parceria com a Redpoint ventures, o Cubo Itaú é o mais relevante hub de fomento ao empreendedorismo tecnológico da América Latina, uma organização sem fins lucrativos que potencializa a conexão e a criação de negócios entre grandes empresas e startups. O Cubo Itaú está sediado na região da Vila Olímpia, em São Paulo, e, por meio de suas plataformas física e digital, contribuiu com o crescimento das mais de 300 startups curadas que fazem parte de seu portfólio e refletem mais de 20 segmentos de mercado, contemplando, assim, empreendedoras e empreendedores de todo o Brasil e de diversas regiões do mundo. O Cubo também apoia as transformações digital e cultural de corporações e tem mantenedores que representam as maiores indústrias da economia, como Itaú Unibanco, Dasa, VLI, Corteva, São Martinho, Itaú BBA, CNH Industrial, ConectCar, iCarros, Bike Itaú, vecItaú, AWS, CI&T, Wilson Sons, Saint-Gobain, TIM, B3, L’Oreal Brasil, Stellantis, Sapore, Vivest, NTT Data Brasil e Wayra Brasil. Além de parceiros estratégicos, como BID Lab, Accenture Digital, Liga Ventures, Anjos do Brasil, Gama Academy, Abstartups, BR Angels, Darwin, Numerik, Forge, The Venture City, Albrecht & Prado Advogados. Mais informações podem ser encontradas em: https://cubo.network/.–

Thainá Halac

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.