Macaé, Serviços Públicos reforça coleta de lixo no Carnaval

Mesmo em tempos de pandemia, em períodos festivos, como é o caso do Carnaval, o lixo dispensado pela população e comércio tende a aumentar. Atentos a estes detalhes está a Secretaria Adjunta de Serviços Públicos/Secretaria de Infraestrutura, também responsável pela coleta de lixo domiciliar e comercial dos bairros, localidades e distritos de Macaé. Assim, o planejamento é alterado para atender a demanda, com caminhão de coleta extra para apoio. Como o serviço é considerado essencial, segue sendo executado dia e noite, 24 horas por dia, de segunda a domingo.

Porém, é importante ressaltar que a coleta tem dia e horário certos. São 30 veículos, com uma média de 200 funcionários, que recolhem diariamente mais de 400 toneladas de lixo residencial e comercial. E, como ressalta o encarregado de limpeza, Amaro Ribeiro, o acondicionamento correto pela população é de extrema importância. “O material dispensado deve estar bem amarrado em sacolas e dispostos em locais suspensos para não atrair animais; além de ser fundamental a atenção aos dias e horários certos do recolhimento”, resume.

De acordo com o gerente operacional, José Carlos Carius, hoje, os bairros que mais demandam o serviço são Lagomar, Aeroporto e o Complexo da Ajuda. O lixo domiciliar é todo aquele constituído nas casas, bares, lanchonetes, restaurantes, repartições públicas, lojas, supermercados e feiras. “Temos consciência da importância deste serviço para Macaé, que é zelar pelo bem-estar e saúde da população, assim como pela melhor qualidade de vida de todos, por isso, a importância constante de ressaltar o descarte correto”, avalia.

A presidente da Associação de Moradores do Residencial Bosque Azul, Luzia Navarro, acredita que as reuniões comunitárias que agora estão sendo feitas no bairro, em que um dos temas principais é o descarte correto do lixo doméstico, vão ajudar. “A ação da prefeitura neste quesito não falha, dias e horários certos passam aqui; e os moradores têm também que contribuir jogando o lixo fora corretamente”, afirma.

O secretário adjunto de Serviços Públicos, Rodrigo Silva finaliza: “Essa parceria entre população e Poder Público é fundamental para a prestação de bons serviços aos macaenses, que merecem”.

Aterro Sanitário de Macaé – Desde 2009, resíduos sólidos recolhidos no município seguem para o Aterro Sanitário, um dos locais licenciados para este fim no Estado do Rio, inclusive, para o recebimento dos Resíduos Sólidos dos Serviços de Saúde (RSS). O aterro está localizado em zona rural, na Fazenda São Sebastião dos 40, localizado às margens da BR-101, sentido Rio de Janeiro.

O espaço é uma boa prática do Programa Cidades Sustentáveis, eixo Consumo Responsável e Opções de Estilo de Vida. Sua implantação atende à política nacional de resíduos sólidos, sancionada em 2010, tendo como demanda os resíduos sólidos urbanos, saúde, construção civil e provenientes de fossa. Além disso, reduz o impacto ambiental.

O lixo é tratado, o solo não é contaminado e a água é reutilizada na rega dos canteiros da cidade.

Os moradores devem ficar atentos à programação e colocar o lixo em frente à sua residência nos dias e horários da coleta para evitar a proliferação de insetos e roedores. Outras informações pelo telefone (22) 27961235/27961653 ou na sede da Secretaria Adjunta de Serviços Públicos, Rua Marechal Rondon, 390, Miramar.

Confira os horários e dias de coleta nos bairros e distritos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.