Carla Machado é rejeitada por deputados do PT por ter sido presa pela PF

Deputados entram com representação contra o ingresso de ex-prefeita no PT

Carla Machado capaA prisão da ex-prefeita de São João da Barra, Carla Machado, durante a Operação Machadada, da Polícia Federal, é apontada por deputados da bancada do PT na Assembleia Legislativa (Alerj) como principal motivo para que ela não ingresse no partido. De acordo com o site de O Diário, os deputados deram entrada ontem com uma representação no diretório nacional do partido contra o ingresso da ex-prefeita. No início desta semana, Carla assinou a ficha de filiação do PT durante uma convenção  em São João da Barra,na qual esteve presente o pré-candidato ao governo, senador Lindbergh Farias.

A Operação Machadada ocorreu durante as eleições do ano passado. A principal acusação é de um esquema montado para compra de votos e de apoio político. Além de Carla, o atual prefeito Zé Amaro, o Neco(PMDB), o vice-prefeito Alexandre Rosa e mais três políticos foram apontados pela Polícia Federal como integrantes do suposto esquema.

Caso o PT aceite os argumentos das bancada estadual da legenda, Carla Machado, que deixou o PMDB, pode não conseguir uma vaga para disputar uma cadeira na Assembleia Legislativa em 2014, como era sua pretensão.

Créditos: Site Campos 24 Horas

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.