Câmara de SJB aprova projeto de lei para subsidiar o transporte público coletivo

Projeto enviado pelo Executivo prevê redução na tarifa de ônibus urbano, que deve ficar abaixo de R$ 1,00

camara

Mais um passo foi dado hoje em relação ao transporte público coletivo no município de São João da Barra. A Câmara de Vereadores aprovou, durante sessão extraordinária, na manhã desta segunda-feira (8), o projeto de lei nº 038/13 que autoriza a Prefeitura a abrir crédito adicional especial no valor de R$ 1.342.562,88 para subsidiar o transporte público coletivo municipal com a redução da tarifa de ônibus urbano (somente dentro do município).

A solicitação foi feita pelo prefeito José Amaro Martins de Souza (Neco), em caráter de urgência. Segundo o vereador Alex Sandro Matheus Firme,

líder do governo, serão criadas oito linhas percorrendo todas as localidades do município. “O valor da passagem está sendo definido e a intenção do

prefeito Neco é tentar fixar uma tarifa abaixo de R$ 1,00, buscando integrar todo o nosso município e aquecer a economia local”, observou Alex.

– Gostaria de parabenizar o chefe do Executivo que, em seis meses de governo, vem mostrando muita disposição em resolver a questão do transporte público. Estamos aprovando uma matéria histórica para SJB, e que vai trazer bons frutos, principalmente para fomentar a economia local – ressaltou o presidente da Casa, Aluizio Siqueira.

O vereador Franquis Arêas lembrou que o pedido de passagem a preço acessível já tinha sido feito em plenário por diversas vezes, e por vários edis. “Infelizmente não podemos resolver a questão da passagem intermunicipal (Campos – SJB), que é um grande anseio de nossa população, mas, com certeza, essa matéria que estamos aprovando hoje será muito boa para todos, principalmente para os moradores do 5º Distrito”, disse.

A Prefeitura realizou, nos dias 04 e 07 de junho, a licitação na modalidade concorrência pública para a concessão de serviços de transporte coletivo municipal de passageiros. A Campostur foi a empresa vencedora. A fiscalização da prestação do serviço será feita pela Secretaria Municipal de Transportes. Posteriormente, será feito um cadastramento dos munícipes, que, para contar com a redução da tarifa, terá que ter um cartão de identificação.

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.