Vereador Kaká pede Cartão Cidadão para servidores aposentados

Carlos Machado da Silva (Kaka) 1

Pedidos diversos foram aprovados pela Câmara de São João da Barra na sessão ordinária desta quinta-feira (9). Um deles foi o requerimento nº 032/13, do vereador Carlos Machado da Silva (Kaká), em que pede à Prefeitura para elaborar uma mensagem modificativa à Lei Municipal que institui o Programa de Inclusão Social, através do Cartão Cidadão aos servidores públicos municipais, para que o beneficio se estenda aos inativos e pensionistas. “É um anseios dos servidores ter esse benefício mantido ao se aposentarem, depois de tantos anos de serviços públicos prestados ao município”, destacou Kaká.

Com o objetivo de oferecer mais segurança aos motoristas que trafegam pela BR-356, o presidente da Casa, Aluizio Siqueira, fez requerimento ao Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT), solicitando a colocação de “guard rail” (proteção metálica que impede a queda de veículos em caso de acidentes) às margens do canal existente naquela rodovia e que fica entre as localidades de Barcelos e o trevo de Caetá.

O vereador Eziel Pedro da Silva requereu à Secretaria Municipal de Saúde que viabilize com a Prefeitura, a conclusão das obras da unidade de saúde de Cajueiro, com atendimento 24 horas. Aluizio também propôs às gerências do Banco do Brasil, Itaú, Bradesco e Caixa, a instalação de caixas eletrônicas em Atafona. Ronaldo Gomes de Souza requereu à Secretaria de Ação Social, mais agilidade na conclusão da reforma das casas cadastradas e condenadas pela Defesa Civil em São João da Barra.

Indicações – A reunião contou também com aprovação de várias indicações à Prefeitura: revisão com deslocamento da postiação de energia elétrica da Rua do Mirante, em Grussai (vereador Eziel); construção de sanitários nas praças de São Benedito e Boa Morte, além da reforma e nivelamento dos calçamentos dos bairros de Água Santa, Chatuba e Carrapicho (edil Alex Firme). A vereadora Sônia Maria da Silva Pereira (Soninha) indicou a construção de um cais ao lado da igreja de Nossa Senhora da Penha, em Atafona, com a transformação do mercado de peixe em um museu para a igreja. Já o mercado de peixe poderia ser construído na área onde existe um bar, uma peixaria e um restaurante e que fica próxima à igreja.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.