Secretaria de Saúde realiza mutirão contra a tuberculose dia 25

A Secretaria de Saúde de São João da Barra em homenagem ao dia Mundial de Combate a Tuberculose, comemorado 24 de março, realizará no dia 25 (segunda-feira), um mutirão de combate a tuberculose através do trabalho de conscientização desenvolvido pelos Agentes Comunitários de Saúde nas visitas domiciliares com distribuição de folders orientando as pessoas sobre o sintoma e o tratamento da doença, além de Palestras educativas ministradas pelos enfermeiros do Programa Municipal de Combate a Tuberculose, nos PSFs (Programa Saúde da Família).

vacina

– Já no dia 26 a equipe estará efetuando a distribuição dos folders explicativos e tirando dúvidas sobre a doença na Policlínica localizada na Rua Barão de Barcelos em frente a Rodoviária – completou a secretária de Saúde, Lúcia Regina Machado Pessanha, informando que a tuberculose é uma doença infecto contagiosa provocada por uma bactéria que afeta principalmente os pulmões, mas, também pode ocorrer em outros órgãos.

O principal sintoma é a tosse que persiste por três semanas ou mais, acompanhada de febre geralmente vespertina (final da tarde), emagrecimento rápido, cansaço e sudorese excessiva.

“Em acaso de tosse há mais de três semanas é importante que o indivíduo procure o Posto de Saúde mais próximo de sua casa e peça para fazer o exame do escarro, pois quanto mais cedo à doença for descoberta mais rápida será a cura”, comentou a secretária acrescentando que o tratamento é gratuito e dura um período de seis meses, porém para o sucesso é fundamental que o indivíduo leve até o fim.

Segundo a coordenadora do Programa Municipal de Combate a Tuberculose, Daniele Crisostomo, o tratamento é um direito garantido pelo SUS e a Secretaria Municipal de Saúde é parceira do governo federal nesta causa. “No ano de 2011, 69 mil novos casos foram notificados no Brasil, e dos 22 países com alta carga da doença ele está representando o 17º país em número de casos”, disse informando que o Estado do Rio de Janeiro está em 1º lugar seguido do Amazonas.

A tuberculose é classificada como um problema de relevância na Saúde Pública e a Organização Mundial de Saúde definiu como sendo uma doença que exige prioridades nas ações de prevenção e controle.

O controle da Tuberculose é baseado na busca de casos, diagnóstico precoce e adequado e tratamento até a cura com o objetivo de interromper a cadeia de transmissão e evitar possíveis adoecimentos.

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.