Polícia descarta hipótese de homicídio e suicídio, mas trabalha com a possibilidade de o músico ter sido vítima de overdose

Chorão, da banda Charlie Brown Jr., é encontrado morto em casa em SP
chorao_charliebrownjr 1

RIO e SÃO PAULO – O vocalista da banda Charlie Brown Jr., Alexandre Magno  Abrão, o Chorão, de 42 anos, foi encontrado morto na casa onde morava no bairro  de Pinheiros, na Zona Oeste de São Paulo, na madrugada desta quarta-feira. A  causa da morte ainda não foi divulgada, mas a polícia descarta, a princípio, as  hipóteses de homicídio e suicídio.

– Tudo leva a crer que foi uma fatalidade – informou o delegado Itagiba  Vieira, do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), que não  descarta a possibilidade de uma overdose. Segundo o boletim de ocorrência, além  de remédios, foi encontrada uma substância branca em cima da bancada da cozinha  do apartamento e há suspeita de que seja cocaína. No entanto, a polícia vai  esperar o laudo da perícia, que deve levar duas semanas para ser liberado.

Ainda de acordo com a polícia, acredita-se que Chorão tenha morrido na manhã  de terça-feira. Nos últimos dias, Chorão teria passado por quatro hotéis da  capital paulista. O músico teria sido expulso de todos após ataques de fúria,  que o levaram a quebrar móveis e objetos de decoração dos quartos em que se  hospedou.

A Polícia Civil conta que já foram ouvidas testemunhas como o segurança  particular e o motorista do cantor, que encontraram o corpo nesta manhã. Nos  próximo dias, os integrantes da banda também prestarão depoimento, bem como um  dos vizinhos de Chorão, que teria ouvido barulhos no apartamento, e a família do  cantor, incluindo o filho e a ex-mulher. As imagens do circuito de segurança do  prédio de Chorão também serão analisadas.

Ex-colegas de banda lamentam

O baixista da banda, Champignon, esteve no prédio logo cedo e disse que está “triste e péssimo”.

– Estou triste pela perda dele – disse Champignon – Perdi um dos melhores  amigos que tive na vida, era meu irmão. Uma amizade de 21 anos.

Chorão foi encontrado desacordado pelo seu motorista, que chamou o Serviço de  Atendimento Móvel de Urgência (Samu). Quando chegou ao local, a equipe constatou  que ele já estava morto. O corpo foi levado por volta das 8h30m para o Instituto  Médico Legal (IML), onde passará por necropsia. O velório será aberto ao  público, realizado no ginásio Arena Santos, na cidade natal do músico, a partir  das 20h desta quarta-feira. O enterro está marcado para as 15h de quinta, no  Memorial Necrópole.

Polícia não acredita na hipótese de homicídio

A Polícia Militar afirma que recebeu um chamado às 5h18m desta quarta-feira  para “verificação de morte natural em um apartamento”. Chorão morava no oitavo  andar do prédio. No início desta manhã, policiais civis e peritos estavam no  prédio do cantor.

De acordo com o delegado, o apartamento estava revirado, com sinais de  abandono, móveis quebrados, sujeira e muitos medicamentos espalhados. Para a  polícia, os danos teriam sido feitos pelo cantor. O corpo foi encontrado na  cozinha, com um dedo machucado. Havia marcas de sangue no local.

– Um vizinho disse que ouviu barulho de coisas quebrando, na manhã de ontem  (terça-feira). Ele não tem ferimento aparente, apenas o ferimento na mão. Ele  provavelmente se machucou ao tentar dar um soco no ar condicionado – contou o  delegado Itagiba Vieira.

Ainda segundo Vieira não havia vestígio de drogas no apartamento. No entanto,  a polícia vai esperar o laudo da perícia. Chorão estava se preparando para uma  viagem para os Estados Unidos. Segundo amigos, ele havia se separado da mulher  há seis meses e estava sofrendo com o rompimento.

Chorão tinha um compromisso agendado para o meio-dia de terça-feira. O  segurança esteve no apartamento para acompanhá-lo no compromisso, mas tocou a  campainha e ninguém atendeu. Preocupado, às 20h ele voltou e também não foi  atendido. Na madrugada retornou novamente, desta vez com o motorista. Eles  abriram o apartamento e encontraram o cantor caído no chão.

A banda estava em período de férias e o primeiro show estava marcado para  acontecer no fim do mês, em Campo Grande, no Rio de Janeiro, ao lado do Cone  Crew Diretoria. Em 6 de abril, a banda tinha um show marcado para o Credicard  Hall, em São Paulo.

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.