Deputado questiona definição de ponte SJB/SFI

pudim 1

Desde o anúncio da construção de uma nova ponte sobre o Rio Paraíba do Sul para ligar os municípios de São João da Barra (SJB) e São Francisco do Itabapoana (SFI) que o assunto vem ganhando grande repercussão. O deputado estadual Geraldo Pudim (PR) adiantou que levará o assunto à Assembleia Legislativa (Alerj), já que a nova obra dispensaria o aproveitamento dos 18 pilares erguidos há cerca de três décadas, quando foram iniciadas as obras da Ponte João Figueiredo, com a mesma finalidade. Com a publicação, na última quinta-feira, do edital do novo projeto, orçado em R$ 124 milhões, a questão voltou a ser tema de discussão.

Pudim criticou a mudança de planos. “Milhões de reais estão enterrados ali, naqueles pilares da Ponte João Figueiredo. Agora, querem gastar dinheiro numa nova ponte para atender exclusivamente aos interesses do Porto do Açu. Interesses esses que se sobrepõem ao da população. Em minha opinião, jogar um projeto já iniciado fora e fazer um novo projeto de forma errada é um desperdício de dinheiro público’”, disparou o parlamentar.

Licitação será aberta dia 25 de março

Pelo novo projeto, a ponte terá 1,3 quilômetro de extensão por 16,2 metros de largura. Uma das cabeceiras no município de SJB ficará junto à Rodovia BR-356 (Campos-SJB), próximo ao trevo de Caetá, no 5º distrito sanjoanense, que dá acesso às obras do Porto do Açu, e a outra, no município de SFI, ficará na localidade de Campo Novo, na zona rural sanfranciscana.

A licitação a fim de construir a nova ponte deve ser aberta no próximo dia 25 de março e as obras estão previstas para serem executadas no prazo de um ano. Os recursos para este novo investimento foram obtidos pelo Governo do Estado do Rio de Janeiro numa triangulação com o Pacto Andino e Banco do Brasil (BB).

Créditos: Jornal O Diário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.