Guarda-vidas têm balanço positivo no mês de janeiro

Guarda-Vidas

O mês de janeiro terminou sem nenhum registro de vítima fatal por afogamento em São Francisco de Itabapoana. A informação é do comando dos guarda-vidas do município que realizou um balanço dos trabalhos durante o mês de janeiro, sendo contabilizados diversos salvamentos, em sua maioria de crianças por distração dos pais.

Houve ainda, de acordo com o comando, outras quatro intervenções que ocorreram fora da arrebentação, em uma profundidade acima de dois metros, com presença de correntes marinhas. Para essa operação foi necessário o uso dos materiais para salvamento, que são as bóias rescue can e life-belt.

Atuam no litoral do município, nesse período de verão, de Gargaú a Barra do Itabapoana, 40 guarda-vidas. A equipe conta com equipamentos como as boias Rescue Can e Rescue Tube e dois barcos de apoio. Os profissionais trabalham de segunda à sexta das 9h às 17h. Finais de semana e feriados das 8h30 às 18h.

“Somente alcançamos o balanço positivo devido às capacitações periódicas e aos intensos treinamentos que os guarda-vidas vêm recebendo. Semanalmente, de forma coletiva, e diariamente de forma individual, o trabalho é realizado nos postos com graduados do Corpo de Bombeiros. E também graças à proteção de Deus, porque sabemos que mesmo com toda essa estrutura, as fatalidades existem”, sintetizou o coordenador do Guarda-vidas, José Amilton Barreto da Silva.

Com a aproximação do período de carnaval, quando aumenta o número de turistas nas praias, além dos excessos no uso de bebida alcoólica, os riscos e o número de ocorrências aumentam. Por isso, o comando dos guarda-vidas orienta que as pessoas fiquem atentas aos sistemas de sinalização composto por bandeirolas para alerta de perigo e placas à beira de praias, rios e lagoas alertando contra os abusos do uso desses locais.

Seguem algumas recomendações para o trabalho preventivo:

1 – Se fizer uso de bebida alcoólica ou alimentação pesada, não entre na água;

2 – Utilize sempre locais próximos aos guarda-vidas;

3 – Evite exibicionismos nadando em aguas profundas fora da arrebentação;

4 – Cuidado com as crianças, elas podem se afogar em segundos e em águas rasas;

5 – Respeitem e acatem as orientações dos guarda-vidas. Eles são treinados para proteger vidas nas águas.

 

 

 

 

 

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.