São João da Barra: Core busca arma utilizada para matar radialista

Caes farejadores foram utilizados, mas nada foi encontrado em imóveis perto da casa de um acusado

Delegada Madeleine

Agentes da Coordenadoria de Recursos Especiais da Polícia Civil (Core) realizaram buscas em São João da Barra na manhã desta terça-feira(22/01), numa tentativa de localizar a arma utilizada para matar o radialista Renato Machado. Nas buscas, cães farejadores foram usados em imóveis nas proximidades da casa do suspeito Gilmar Barreira Ramos Junior, de 32 anos, conhecido como “Cachaça”,  no quarteirão onde fica o Atafona Praia Clube em Atafona. Gilmar teve prisão decretada e foi preso no último dia 14. Nada foi encontrado.  

A delegada da 145ª Delegacia de Polícia, Madeleine Farias, solicitou a ação do Core. Na última entrevista, Madeleine afirmou que o caso do radialista Renato Machado, assassinado quando chegava a sua casa, em São João da Barra, está praticamente elucidado, faltando apenas levantar o nome do mandante. Segundo ela, tudo leva a crer que o autor foi Gilmar Barreira Ramos Junior, o Cachaça, de 32 anos, que está preso. Ele foi apontado por uma testemunha do crime.
A delegada comandou uma reconstitutição e Gilmar foi colocado na cena do crime, usando um boné que foi apreendido em sua casa. Ele teve prisão temporária decretada por 30 dias.

Créditos: Site Campos 24 Horas

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.