Definida a ordem de apresentação nas eliminatórias do 3º Concurso de Marchinhas Carnavalescas de São João da Barra

Um sorteio neste sábado (12) definiu a ordem de apresentação dos 29 inscritos nas etapas eliminatórias do 3º Concurso de Marchinhas Carnavalescas de São João da Barra – Prêmio Manoel Barreto Gomes da Silva que já acontecem nos dias 14, 15 e 16 de janeiro, no Cine Teatro São João, a partir das 20h30. Nove participantes se apresentam na segunda-feira, dez na terça-feira e dez na quarta-feira.

Os participantes vão concorrer a um total de R$ 15 mil em prêmios divididos em primeiro lugar – R$ 6 mil, segundo – R$ 3 mil, terceiro – R$ 2 mil, melhor intérprete R$ 1.250,00, melhor arranjo – R$ 1.250,00 e prêmio especial – R$ 1,5 mil. O concurso é realizado pela Editora Costa Sanjoanense, com patrocínio da LLX e OSX – empresas do grupo EBX, e apoio cultural da prefeitura de São João da Barra.

Quem abre o concurso é Paulinho Natividade com a canção ‘Gargalhada Imortal’ seguido por Renato Arpoador com a marcha ‘Vou para a folia’. O terceiro que sobe ao palco do Cine Teatro São João é Marcelo Assad com a composição “Turista Indeciso”. Logo após é a vez de Janine Gaia com a marchinha ‘Clima de carnaval’, Neguinho com ‘Minha São João da Barra’, Décio Junior com a canção ‘Folião Sanjoanense’ e Márcia Cruz que compôs ‘Há! Há! Há! Há!’. Finalizam o primeiro dia de evento João de Damázios com a marcha ‘São João da Barra! Cultura viva de outrora!’ e Vaval Ferreira que também se refere ao ‘Folião Sanjoanense’.

As dez marchinhas finalistas farão parte do CD “3º Concurso de Marchinhas Carnavalescas de São João da Barra – Prêmio Manoel Barreto Gomes da Silva – As 10 mais” e participam da grande final que acontece no dia sete de fevereiro, no Cine Teatro São João, a partir das 20h30.

1º dia – 14 de janeiro

1. Gargalhada Imortal: composição e interpretação de Paulinho Natividade

2. Vou pra folia: composição e interpretação de Renato Arpoador

3. Turista Indeciso: composição e interpretação de Marcelo Guimarães Assad

4. Clima de carnaval: composição e interpretação de Janine Gaia

5. Minha São João da Barra: composição e interpretação de Neguinho

6. Folião Sanjoanense: composição de Décio Junior e interpretação de Lecy Pontes

7. Há! Há! Há! Há!: composição e interpretação de Márcia Cruz

8. São João da Barra! Cultura viva de outrora!: composição e interpretação de João de Damázios

9. Folião Sanjoanense: composição e interpretação de Vaval Ferreira

2º dia – 15 de janeiro

1. De maré em maré: composição e interpretação de Virgínia Teixeira

2. São João da Barra – tradição do carnaval: composição de Scheilla Alves e Joelma Azevedo com interpretação de Joelma Azevedo

3. Caindo na farra: composição e interpretação de Júlio Motta

4. Quando o carnaval é só saudade: composição e interpretação de Maria Fernanda

5. Locomotiva do Brasil: composição de Valter Paiva e Marzio Luiz e interpretação de Marzio Luiz

6. Será que é Maria? Será que é João?: composição de Fábio Calcinha e interpretação de Carolina

7. Venha pra cá: composição de Fagner Souza e interpretação de Ana Clara

8. Melhor lugar: composição de Anderson Santos e interpretação de Manuela Ferreira

9. O sábio poeta sapateiro: composição e interpretação de André Pinto

10. Baile de Máquinas: composição e interpretação de América Rocha

3º dia – 16 de janeiro

1. Momentos de Glória: composição e interpretação de Maicon Negreiros

2. Viva São João da Barra… Viva!: composição e interpretação de Zeca Pedrosa e Álvaro Luiz

3. Chame o taxista: composição e interpretação de Luciano Machado Maciel

4. O sol nasceu pra todos: composição de Evandro/Francisco Jr/Charles Jr e interpretação de Natalício Alves

5. São João da Barra – O paraíso é aqui: composição e interpretação de José Amaro (Chero)

6. Dá sempre empate: composição de Eliandro Cardoso com interpretação de Eliandro Cardoso e Érica Cardoso

7. O ‘X’ da questão: composição e interpretação de Hélio Coelho

8. Vocês já viram o meu pintinho?: composição e interpretação de Zé Conhaque

9. Carnaval do tchum: composição de Lecy Pontes e interpretação de Sandra Silva

10. A maré tá boa: composição de Flavinho Machado/Ricardo Luiz/Jorge Peregrino/Alessandro Araújo com interpretação de Flavinho Machado

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.