São João da Barra aguarda decisão da Justiça Eleitoral

O prefeito Neco e a ex-prefeita Carla Machado são acusados de serem integrantes de uma organização criminosa

Neco sjb capa

Moradores de São João aguardam uma decisão da Justiça
Eleitoral, que poderá mudar o rumo político no município. Já foram  realizadas
audiências do processo que teve início após uma  Ação de Investigação Judicial
Eleitoral (AIJE) contra o atual prefeito José Amaro Martins, o Neco(foto ao lado), seu vice Alexandre Ros e
a ex-prefeita Carla Machado, os três do PMDB. Eles são acusados de compra de
votos e formação de quadrilha.

A ação foi proposta pelo Ministério Público(MP) e pelo Partido da República (PR) e a
Coligação São João da Barra Vai Mudar Para Melhor (PRB/PSL/PTN/PR/PPS/DEM/PTC/PC
do B/PT do B). Os investigados são suspeitos de terem participado de uma
organização criminosa para a compra de votos e formação de
quadrilha.

A ação teve origem após a Operação Machadada da Polícia Federal (PF), no último dia 2 de
outubro, que culminou com as prisões em flagrante de Carla Machado e Alexandre
Rosa. Os dois pagaram fiança e foram liberados.

Segundo o delegado da PF, em Campos, Paulo Cassiano Júnior, responsável pelas
investigações, as provas não deixam dúvidas de formação de quadrilha e captação
ilícita de sufrágio (compra de votos). Em algumas gravações divulgadas pela PF é
atribuída a Carla Machado participação direta em negociações para que candidatos
a vereador do Partido da República (PR), partido do principal adversário de Neco
nas Eleições 2012, Betinho Dauaire (PR), desistissem de disputar e apoiassem o
peemedebista.

Créditos: Site Campos 24 Horas

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.