Empresas de Eike Batista acumulam prejuízo de R$ 1,68 bi até setembro


As empresas do Grupo EBX, do empresário Eike Batista, tiveram prejuízo de R$ 1,68 bilhão no período de janeiro a setembro de 2012. As perdas são 64% superiores que o prejuízo acumulado ao longo de todo o ano passado, que foi de R$ 1,02 bilhão, de acordo com levantamento feito nesta terça-feira (13) pela consultoria Economatica.

No terceiro trimestre de 2012, no entanto, o prejuízo das companhias de Eike Batista foi 43% menor que o apurado no segundo trimestre. A consultoria destaca que o valor consolidado do terceiro trimestre não considera a PortX, que fechou capital.

A única empresa do grupo com lucro nos nove primeiros meses de 2012 é a OSX, com ganhos de R$ 13,6 milhões no período, contra R$ 7,5 milhões do ano de 2011.

Em nota, o Grupo EBX afirmou que as companhias “realizam, neste momento, expressivos investimentos, da ordem de US$ 15,7 bilhões em dois anos, para construção de empreendimentos estruturantes para o País”.

Segundo a EBX, a partir da entrada em operação desses empreendimentos, principalmente, “a partir de 2013 e 2014, as companhias começarão, de forma crescente, a gerar receita”.

“O Grupo EBX está capitalizado, com cerca de US$ 9 bilhões em caixa, recursos suficientes para garantir a execução dos projetos desenvolvidos no País. Todas as companhias de capital aberto do Grupo EBX vêm cumprindo seus planos de negócios, com funding substancialmente equacionado para os próximos anos”, acrescentou o comunicado.

Ranking de bilionários

No site da Bloomberg, que organiza uma lista dos maiores bilionários do mundo, Eike Batista aparecia, nesta terça-feira, na 31ª posição. O brasileiro, que chegou a ocupar a oitava posição no mês de março, tem sua fortuna avaliada atualmente em US$ 19,6 bilhões, uma “perda” de US$ 14,9 bilhões em relação ao valor estimado pela Bloomberg no fim de março (US$ 34,5 bilhões).

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.