Eleições em São João da Barra longe do fim

As eleições municipais na cidade de São João da Barra deverão entrar para a história da região. A disputa acirrada teve desequilíbrio após a descoberta de compra de apoio político, de votos, de abuso de poder econômico e formação de quadrilha encabeçada pela prefeita do município Carla Machado que não só almejava fazer seu sucessor, o José Amaro Martins de Souza (Neco) como também ter maioria absoluta na Câmara para a próxima legislatura.

A descoberta dos fatos se deu pela Polícia Federal após denuncias e apresentação de vídeos, áudios e depoimentos testemunhais. A operação ficou conhecida como Machadada e poderá mudar o rumo do resultado deste pleito eleitoral. A polícia Federal chegou a prender a prefeita Carla Machado e o vice da disputa peemedebista Alexandre Rosa em flagrante, porém com o pagamento de fiança, ambos foram soltos e responderão em liberdade.

O ministério Público eleitoral chegou a se pronunciar pedindo a cassação do mandato de Carla Machado e seu vice Dodozinho Mendonça, bem como o de todos os indiciados no caso. O ministério público ainda instaurou uma AIJE – Ação de Investigação Judicial Eleitoral pedindo também a aplicação de multa e inelegibilidade por 8 anos, conforme previsto na lei 9.504/97.

A conclusão de todo o processo de investigação e apuração minuciosa poderá empossar o 2º colocado Betinho Dauaire do PR e poderá ainda mudar radicalmente a composição da Câmara Municipal. A decisão caberá em 1ª instância ao juiz titular da 37ª ZE Leandro Loyola de Abreu.

Betinho poderá ser prefeito – O candidato do Partido da República Betinho Dauaire poderá ser diplomado antes da virada do ano em São João da Barra. Uma série de jurisprudências ampara a tese de que novas eleições seriam uma forma da quadrilha continuar atuando e que o desequilíbrio do pleito permanece. São diversas situações que já aconteceram, inclusive com governadores, em que o segundo colocado é automaticamente diplomado.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.