Afastado risco de falência, Oi quer alterar plano de recuperação

Oi protocolou pedido na 7ª Vara Empresarial do Rio de Janeiro, na última quinta-feira (27), para organizar uma nova Assembleia Geral de Credores, com o objetivo de colocar em votação algumas alterações no seu plano de recuperação judicial.

Segundo a operadora, que está em recuperação judicial desde 2016, a ideia é obter aval dos seus credores para um aditamento que possibilitaria “alcançar maior flexibilidade operacional e financeira para continuar seu projeto de investimento e o cumprimento de seu plano estratégico de transformação”.

No comunicado divulgado no site da Oi, a Diretora de Finanças e Relações com Investidores Camille Loyo Faria explica que a estratégia da companhia inclui a reorganização das suas operações, para dar maior eficiência à estrutura societária e criar alternativas de capitalização e fortalecimento da empresa, alinhadas ao seu plano estratégico.

A operadora está em processo de recuperação judicial desde 2016. (Foto: Oi/Divulgação)

A executiva também reitera, na nota, o compromisso da Oi em relação aos investimentos para massificação da fibra ótica no país e em “negócios de maior valor agregado e com tendência de crescimento”, além de afirmar que estes movimentos já apresentam resultados positivos nos indicadores da operadora, podendo ser acelerados ainda este ano.

Quem pode participar

Caso seja aprovada pela justiça a realização desta nova assembleia, estarão aptos a participar dela e votar os credores que detinham crédito e direito de voto na assembleia geral ocorrida nos dias 19 e 20 de dezembro de 2017.

Também teriam direito a voto os credores que mantinham interesse na Oi e/ou outra empresa do grupo até o dia 27 de fevereiro deste ano, além dos acionistas da operadora.

Fonte:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *