Enchente deixa 15 mil pessoas fora de casa no Norte e Noroeste do Rio e mobiliza cidades em todo o estado

A enchente que atinge oito cidades do Norte e Noroeste do Rio desde a última sexta-feira (24) deixa cerca de 15 mil pessoas fora de casa. Duas mortes foram registradas. Em Itaperuna, Tarciano dos Reis Gama, de 19 anos, foi encontrado morto após ser arrastado pela correnteza depois de pular no rio Muriaé com três amigos. A outra morte ocorreu em Porciúncula. O corpo do músico, Anderson Titolei, foi encontrado em área alagada, no Centro da cidade.

Ainda há muitas áreas inundadas ou bloqueadas pela lama. Um trecho da BR-356 que passa por Itaperuna, ligando o estado do Rio a Minas Gerais, está totalmente interditado por conta do nível do Rio Muriaé.

Em Itaperuna, o Hospital São José do Avaí, referência para as cidades do Noroeste, também foi invadido pela água. A unidade continua recebendo pacientes que chegam de botes. Embarcações também são usadas para retirar os pacientes que morreram na unidade.

No domingo (26), o governador do Rio de Janeiro Wilson Witzel visitou algumas áreas afetadas e anunciou a destinação de R$ 23 milhões para as cidades do Norte e Noroeste do Rio, sendo R$ 3 milhões para a área da Saúde utilizar no tratamento de possíveis doenças que possam surgir pelo contato da população com a água da enchente.

Ainda não há informação sobre quando as cidades vão receber os recursos.

Itaperuna

Itaperuna foi uma das cidades mais impactadas pelas inundações, que ocorreram de sexta (24) para sábado (25) deixando milhares de pessoas desalojadas ou desabrigadas. O município registrou uma morte. Apesar da cheia, quatro jovens decidiram desafiar a correnteza e pularam no rio Muriaé, de uma ponte chamada de Ponte de Ferro. Três deles conseguiram sair, mas Tarciano dos Reis Gama, de 19 anos, não. O corpo do rapaz foi encontrado na tarde desta segunda.

O hospital São José do Avaí, que é uma referência para as cidades do Noroeste do Rio, também ficou inundado. A unidade mantém os atendimentos em áreas onde a água não entrou, mas os pacientes só conseguem chegar à unidade de barco. Corpos de pacientes que faleceram no hospital também precisaram ser retirados com a ajuda de embarcações.

Porciúncula

A cidade de Porciúncula registrou na madrugada de sábado (25) a maior enchente da história do município, segundo a Prefeitura. O nível do rio Carangola passou de 8m, sendo a cota de transbordo de 5,20m. Nesta segunda, a água recuou chegando a 5,98m na última medição.

As águas afetaram 85% do território. No Centro, foi encontrado o corpo do músico Anderson Titolei. Voluntários passagem de bote pela área alagada quando foram informados que um homem estava se afogando. Eles ainda tentaram reanimá-lo, mas Anderson já chegou morto na ambulância, segundo a Prefeitura.

A cidade montou um polo para receber donativos. A água chegou a ser totalmente cortada pela Cedae, mas, nesta tarde, a Prefeitura anunciou o restabelecimento do serviço, e disse que a água sairá barrenta no começo, mas depois ficará com a cor normal e própria para o consumo.

Muitas estradas na região também estão com problemas de acesso por conta da lama. Máquinas estão sendo utilizadas na desobstrução das vias.

Na noite deste domingo (26), o prefeito Leo Coutinho decretou situação de emergência na cidade por conta das chuvas que afetam o município desde o dia 21 de janeiro e das cheias registradas a partir da tarde de sexta-feira (24).

Mobilização por todo o estado

O governo do Rio informou nesta segunda-feira (27) que está recebendo donativos para as vítimas das chuvas no interior do estado. Itens como água mineral, alimentos não perecíveis, material de higiene, roupas, roupa de cama, toalhas, colchonetes e material de limpeza podem ser doados em vários pontos da capital e do interior.

Confira lista com os pontos de arrecadação:

RioSolidario

– Travessa Euricles de Matos, 17 – Laranjeiras

Corpo de Bombeiros

– Todos os quartéis

Secretaria de Polícia Civil

– Todas as delegacias

Secretaria de Polícia Militar

– Todos os batalhões

Secretaria de Administração Penitenciária

– Praça Cristiano Ottoni, s/n, Central do Brasil
– Escola de Gestão Penitenciária – Rua Senador Dantas, 15, Centro do Rio

Secretaria de Vitimização

– Praça Cristiano Ottoni 250, sala 739, prédio da Central do Brasil

Secretaria de Esporte

– Av. Presidente Vargas, 409 – 21° andar – Centro
– Complexo Esportivo Caio Martins (Rua Presidente Backer s/n – Niterói)
– Complexo Esportivo da Rocinha (Rua Bertha Lutz, 84)

Secretaria de Desenvolvimento Social e Direitos Humanos

– Praça Cristiano Otoni, s/nº – Central do Brasil

Secretaria de Fazenda

– Avenida Presidente Vargas, 670 – Centro

Secretaria de Obras

– Campo de São Cristóvão, 138, térreo

Secretaria de Saúde

– Hospital Estadual Getúlio Vargas (Penha) – Rua Lobo Júnior 2293 – setor de recepção
– Hospital Estadual Azevedo Lima – HEAL (Niterói) – Rua Teixeira de Freitas, 30 – Fonseca
– Hospital Estadual Alberto Torres * (São Gonçalo) – Rua Osorio Costa s/n – setor de emergência
– Hospital Estadual Roberto Chabo – HERC (Araruama) – Rua Bernardo Vasconcelos, 477 – Centro, Araruama – setor de enfermagem
– Hospital Estadual dos Lagos (Saquarema) – Rua Manoel Domingos dos Santos, 725, Barreira – setor de – Enfermagem

Secretaria de Cultura e Economia Criativa

– Biblioteca Parque Estadual – Avenida Presidente Vargas, 1261, Centro
– Secretaria de Ciência e Tecnologia

*Nas unidades da Faetec abaixo:

– Miracema – Avenida Deputado Luiz Fernando Linhares, 454
– São José De Ubá – Rua Hemergardo Ramos Vieira, 125 – Centro
– Itaocara – Rua Armindo Coelho de Ornelas s/nº – Cidade Nova
– Itaperuna – Rua Aloísio Dias Moreira, 320 – Presidente Costa e Silva
– Laje Do Muriaé – Rua Ferreira Cesar, 216 – Centro

Fonte: G1

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *