PSE lança projeto itinerante que leva orientações de saúde às escolas da zona rural

O programa, reativado no município pelo governo Rafael Diniz, é desenvolvido pelas secretarias de Educação, Cultura e Esporte e a de Saúde.

Após mais de um ano de atividades em escolas da rede municipal, o Programa Saúde na Escola (PSE) iniciou nesta quinta-feira (30) um novo projeto: PSE Itinerante, que leva ações de promoção da saúde às unidades escolares da zona rural do município. A primeira escola beneficiada foi a Leandro de Souza Gomes, em Ibitioca. O objetivo é que seja atendida uma escola por mês, atendendo todos os distritos rurais do município.

Na ocasião, a equipe multiprofissional do programa – composta por dentista, fonoaudióloga, enfermeiras, técnicas de enfermagem e nutricionista – fizeram rodas de conversa com os pais dos estudantes, orientando sobre os principais cuidados com a saúde na infância. As carteiras de vacinação dos alunos foram analisadas e, quem não estava com as vacinas em dia, foi encaminhado à Unidade Básica de Saúde mais próxima.

— O PSE Itinerante é um avanço do programa, pois estendemos os braços do PSE para as escolas rurais. Nosso objetivo é atender todos os distritos rurais do município, levando as ações e projetos do PSE, promovendo saúde e prevenção aos agravos e doenças — explica Cátia Mello, coordenadora do PSE.

Caroline Alves é mãe de um estudante da educação infantil da unidade e gostou do projeto. “Ajuda bastante. Achei as orientações muito boas. Ibitioca é afastado do Centro e nem sempre essas iniciativas chegam aqui”, ressalta Caroline que, assim como os demais responsáveis presentes, ganhou um kit de higiene bucal da Colgate ao final da orientação de saúde dada pela dentista.

O PSE foi reativado no município pelo governo Rafael Diniz no ano passado. O programa é realizado através de uma parceria entre a prefeitura e o governo federal, sendo desenvolvido pela secretaria de Educação, Cultura e Esporte (Smece) e a secretaria de Saúde. Entre as ações desenvolvidas com os estudantes estão: avaliação da saúde auditiva e ocular; educação alimentar e nutricional, com avaliação antropométrica; educação em saúde bucal; combate ao aedes aegypti e orientações sobre higiene.

O programa hoje atua em 55 unidades escolares. Além das ações, o programa possui os projetos: Saúde Vocal para Professores, Crescer Saudável-Enfrentamento à obesidade; Aprendendo a Crescer – Estatuto da Criança e do Adolescente; Educar para transformar, Ensinando meus filhos a sorrir; Valorização da Vida de Prevenção ao Suicídio; Construindo Valores nas Escolas; O Cuidado no Cuidar; e PSE-Rede Cegonha para adolescentes grávidas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *