​Projeto de lei para coleta de lixo eletrônico é proposto por Elísio

A fim de preservar o meio ambiente e o bem-estar da população, o vereador Elísio Rodrigues (PDT) apresentou, na sessão de ontem

(27)

, o projeto de lei nº 012/2018, que autoriza o Executivo a instituir o Programa de Coleta Seletiva de Lixo Eletrônico e Tecnológico, na zona urbana e rural do município. A matéria foi aprovada por unanimidade e, para virar lei, precisa ser sancionada pela prefeita Carla Machado.

O programa visa ordenar, programar, recolher, transportar e dar correta destinação ao lixo eletrônico e tecnológico. E alertar para a conscientização sobre os riscos à saúde e ao meio ambiente quando o lixo não é descartado corretamente.

– Fiz essa lei porque muitas pessoas descartam lixo na beira de estradas, por exemplo. E se o município não tiver critérios para o recolhimento e descarte apropriado desse lixo, é a própria população que corre risco, além, é claro, do meio ambiente – explica Elísio.

Pelo texto do projeto, a Prefeitura deverá elaborar um calendário com datas e locais para que as pessoas físicas e jurídicas possam levar os materiais e equipamentos para descarte. Também será fixado um cronograma para o transporte desse material.

Fica vedado o descarte de lixo eletrônico em estradas, rodovias, calçadas, terrenos baldios, contêineres e lixeiras comuns. O recolhimento do lixo será feito pelo município, trimestralmente, podendo, de acordo com a demanda, ser feito em prazo menor ou maior.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *